quarta-feira, 21 de maio de 2008

Adeus a Simonstown

Chegou a hora de dizer adeus a Simonestown,e rumar a Saldanha Bay.
Foram poucas horas de navegação,Saldanha Bay avistada de bordo,era como uma Aldeia,pouco casario,e uma enorme encosta deserta de vegetação.
Atracados ou fundeados(existe essa dúvida,já indaguei junto de outros camaradas de comissão,e não existe a certeza se o navio atracou ou fundeou)
Foi dada ordem para a unidade de desembarque formar na tolda,logo as bocas será que vamos atacar a África do Sul,ou organizar um golpe de estado,nada disso o mais provável era um exercício conjunto com os sul africanos,afinal também não era,aquela reunião era para sermos informados que por ordem do comando,iríamos dormir numa unidade naval sul africana,o navio rumaria a St.Helena Bay,onde no dia seguinte iríamos fazer guarda de honra á inauguração de um monumento a Vasco da Gama.
Agora sim,compreendíamos o porquê de em Luanda na Base Naval,fazer-mos exercício de ordem unida e manejo de armas,até pensávamos que era um castigo,ou então um treino para um desembarque na costa Moçambicana,onde tivéssemos de apresentar armas ao Régulo do aldeamento mais próximo do local de desembarque.
Conduzidos em autocarro lá fomos para a Academia da Marinha em Saldanha Bay,aquilo não era um aquartelamento,era um hotel,que bem que os marujos sul africanos viviam,se eles tivessem passado por algumas unidades navais portuguesas decerto desertavam.
Fomos os únicos a pisar terra,a restante guarnição navegou durante a noite para St.Helena Bay.
Á noite vagueando por aquela aldeia,só encontramos um salão de chá,que nem vendia cerveja,só coca-cola.
No dia seguinte, fomos então novamente conduzidos em autocarro, passando por zonas completamente desertas até St. Helena Bay(só o Vasco da Gama pararia naquele local,podia ter escolhido uma grande cidade,ou então quis passar despercebido)
St. Helena Bay,era mesmo um deserto,algumas casa ao longe,distanciadas umas das outras,muita areia que nos sujava os sapatos,engraxados para a cerimónia , e na baía, lá estava estava fundeado,e imponente o nosso navio.

Sem comentários: