quinta-feira, 29 de maio de 2008

Lourenço Marques (2)

Depois de passar parte da noite na rua do crime,pela manhã e após as rotinas de bordo,sentados na tolda,olhávamos as pessoas que passavam para o cais de embarque para o Catembe.
Do ponto onde estávamos avistávamos também a parte da baixa da Cidade.
Comentávamos então o bulicio da Cidade,o trânsito caótico,os turistas por todo o lado,e a Cidade deixava nos fascinados.
Lourenço Marques a Cidade onde ninguém comentava a guerra ao norte da província.
Parecia-nos que estavam alheios á situação,situação essa que também nos levou á província de Moçambique,esqueciam-se ou talvez se alheassem,embora a sua juventude local também combatesse no norte.
A arquitectura colonial,já estava circundada pela arquitectura moderna,o que diferenciava Lourenço Marques das nossas Cidades da Metrópole.
O nosso fascínio não era só a Cidade,estavamos fascinados pela África que gradualmente íamos descobrindo,o clima quente,as palmeiras e os coqueiros,iguais aos de Angola,um povo e um Oceano diferente,mas era a mesma África.
A população era afável,completamente diferente de Luanda,tiravam fotos ao navio,e conversavam connosco,começávamos a gostar de estar naquela Cidade,mas dentro de dias partiríamos para a Beira,sem data previsivél para voltar.
No período de licença,e em passeio á descoberta da Cidade,descobrimos o Jardim Vasco da Gama,um local aprazivél e com muito interesse para nós,mulheres aos montes,jovens aproximadamente da nossa idade,e mais velhas,eram mais que as mães,estávamos então no nosso habitat,era preciso era sabe-lo explorar.
Os Deuses africanos estavam connosco e deram-nos aquela visão parasidiaca,depois de embalados tanto tempo pelas ondas do Oceano,os Deuses ofereciam-nos a possibilidade se tivéssemos sorte, de sermos embalados na relva de um canteiro florido,na praia ou em lençóis por alguma daquelas belas Deusas.
Não podíamos ignorar aquele paraíso era só questão de tempo e paciência,já tínhamos dois pontos de "turismo" referenciados de noite rua do crime de dia jardim Vasco da Gama

Sem comentários: