segunda-feira, 23 de junho de 2008

Retorno á Cidade da Beira

Vamos voltar á cidade da Beira,vamos ser rendidos pela NRP JOÃO BELO F480,e já temos novo companheiro de comissão na Beira o NRP JOÃO COUTINHO F 475.
Moçambique contava nesta altura com duas fragatas e uma corveta da Marinha Guerra Portuguesa.
No retorno á cidade da Beira,seria voltar ás noites do Moulin-Rouge,do Bar Lisboa e do Chapéu Alto,já tínhamos saudades desses recantos.
Mas também iríamos voltar ás patrulhas no Canal de Moçambique,e por conseguinte,ter de gramar com as fragatas inglesas.
O Carlos tinha uma irmã em Nampula,e já não a via á cerca de 6 anos,pediu então uma licença para visitar a irmã,foi-lhe concedida,portanto não viajaria connosco,iria depois ter á cidade da Beira.
Apanhou um Machibombo (Autocarro)em Porto Amélia,viajaria no meio de galinhas e cabritos e tudo o mais que os Moçambicanos transportavam como bagagem,era o único branco no Machibombo,e ainda por cima fardado de branco,no meio daquela bagunça a sua farda tomou outras cores,a viagem até ao Namialo(julgo que era este o nome do entreposto) demorou maisde um dia,depois o restante do percurso foi de comboio.
O Carlos ainda teve outra oportunidade de visitar a sua irmã,mas foi a partir da Beira,com viagens de avião ida e volta pagas pela Marinha.
Mas nem sempre a vida decorreu como nós pretenderíamos,após o final da nossa comissão e passado pouco mais de um ano,a Maria José,irmã do Carlos,que eu também conhecia,faleceu.
Se já estava longe da família,longe ficou para sempre.

Sem comentários: