quinta-feira, 21 de agosto de 2008

O Encalhe do NRP ÁLVARES CABRAL F336, em Leixões

Vou interromper a postagem da vida útil do navio, enquanto sob o pavilhão português.
Nos últimos dias chegaram-me novas memórias, e até a história de um civil "João Coelho",que viajou a bordo do navio entre ilhas nos Açores em 1971, memórias essas que postarei brevemente.
Agora os novos factos.
Ao ler comentários sobre o navio, no blog de Luís Miguel Correia - SHIPS & THE SEA
http://www.lmcshipsandthesea.blogspot.com/
Chamou-me a atenção para um comentário, sobre o encalhe do navio, quando da entrada no primeiro porto português, em Leixões, em 29 de Novembro de 1959.
Factos esses que não são relatados pelo historiador naval CMG - Agostinho de Sousa Mendes.
Quis saber sobre os factos, então contactei o historiador naval Reinaldo Delgado, do blog NAVIOS E NAVEGADORES
http://www.naviosenavegadores.blogspot.com/
Que efectivamente me confirmou os factos, também me relatando que os jornais da época, tal como a Capitania, não noticiaram tal facto.
Era normal na época,esconder pela censura o modo escrito dos factos,mas nunca puderam esconder a realidade visual.
Em 29 de Novembro de 1959, ao fazer escala pela primeira vez num porto nacional, Leixões, o NRP ÁLVARES CABRAL F336, descaiu, e esteve encalhado (sentado) sobre rochedos submersos, próximo da praia do pescado ( praia que já não existe) ali permanecendo pouco tempo,pois com a subida da maré,ficou desencalhado,rebocado para a doca n.º1 norte,onde atracou,e onde constataram a ausência de avarias.
No dia seguinte foi então visitado por Oficiais Superiores da Armada.
Reinaldo Delgado, além do desenho do navio, também me enviou e que já a postei, uma foto do NRP ÁLVARES CABRAL F336, a entrar pela primeira vez num porto português, Leixões.
Reparem que o navio ainda não tinha pintado o numero de amura.
A, Luís Miguel Correia e a Reinaldo Delgado.
O meu agradecimento, em nome de toda a ex guarnição.

Sem comentários: