quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Unidade de Desembarque ( 3 )

A Unidade de Desembarque ( Força de Desembarque ) era constituída por 35 elementos da guarnição,que incluía Oficiais,Sargentos e Praças.
Em caso de desembarque,saia a UD completa.
Em desembarque de outros militares, saiam então dois elementos por bote necessário, e um Oficial Comandante.
A UD, era composta pelas mais variadas especialidades, e também composta pelas mais variadas idades, tínhamos então elementos entre os 18, e os talvez com mais de 40 anos.
Era o caso do Sargento Enfermeiro Medina, o Cabo Telegrafista Horácio e o Cabo Manobra Vieira.
E tal como tinha descrito anteriormente a destreza física não era o nosso forte,algumas das vezes ao sermos desembarcados,apanhávamos a maré baixa, e nesse caso só havia um meio para chegar a terra, saltar do bote, enterrar, e bem enterradas as botas no lodo.
Depois era preciso vencer aquele obstáculo, e difícil de vencer, é que por vezes era uma extensão de algumas dezenas de metros.

2 comentários:

Anónimo disse...

Num desembarque que comandei a UD, e em que estabelecemos contacto visual com um posto litoral de seca de peixe (palhota) e respectivas armações de captura do mesmo escondidas em cima das mangueiras (arvore que dá mangas), senti necessidade de pedir a colaboração experiente e militarmente adequada ao DFE 5 que estava um pouco mais a norte em operações de "nomadização".Para sinalizar a minha posição de forma eficaz e silenciosa, coloquei alguns elementos da UD desde a orla maritima onde seria provável o desembarque dos FZ,s até ao local onde me encontrava emboscado e silencioso.Um desses elementos , devido à sua pouca audácia e compreensivel inexperiência enfiou a cara no lodo e não reagia a nada.
À passagem dos FZ,s um deles disse :P...a , este gajo ou está morto ou borrado de medo.
Nada disso.Tão simplesmente , cumpríamos missões para as quais não estávamos preparados, mas o orgulho dum Marinheiro não tem horizontes, tal como o Mar em que navegámos no NOSSO belo Navio.Apesar de tudo tenho muitas saudades desse tempo.Do navio,da guarnição,do mar de "patas", do mau tempo, do "Moulin Rouge" e do "Campino", dos caranguejos de Mocimboa da Praia,mas sobretudo da vivência de um jovem 2º Ten.cheio de vontade de ser Marinheiro a sério.

s.pinho disse...

Corrijo e esclareço que por engano me tornei anónimo no comentário anterior.Peço desculpa.